Autor: conectacopersucar

Alunos do Vôlei Educacional participam da comemoração dos 11 anos do espaço ECO em Rio Preto

Alunos do Vôlei Educacional participam da comemoração dos 11 anos do espaço ECO em Rio Preto

Autor: Gabriel Lage

No dia 28 de junho celebramos com a Escola de Competências Deputado Roberto Rollemberg (ECO) Santo Antônio o aniversário do espaço que completou 11 anos de existência desenvolvendo inúmeras atividades de formação e recreação.

Localizada na região norte de São José do Rio Preto, a ECO é uma instituição Municipal que envolve as Secretarias de Educação, Esportes, Cultura, Saúde e Assistência Social, que desenvolvem diversos projetos nos espaços disponibilizados com o apoio da EMURB e instituições parceiras.

A ECO foi inaugurada pelo prefeito Edinho Araújo no final de sua segunda gestão, em 2008, e leva o nome do deputado Roberto Rollemberg, falecido em 1995. O projeto integra as escolas municipais Darcy Ribeiro e Silvio Martini e as creches Irmã Dulce e Tacla Said Benetti, por meio de uma área de 31,7 mil metros quadrados. O local é um verdadeiro complexo educacional, cultural, esportivo e de aptidões que busca o desenvolvimento do cidadão.

O espaço é composto por duas quadras cobertas para a prática esportiva, um salão onde são desenvolvidas aulas de artes marciais, circo e dança, uma quadra de vôlei de areia, pista de caminhada, campo de futebol no tamanho oficial, três salas para cursos, três quiosques e a Academia para Todas as Idades (ATI). A festa começou com a participação da Camerata Jovem Beethoven, que tocou clássicos da música brasileira. Em seguida, as autoridades presentes puderam interagir com os pais e alunos.

“Estamos muito felizes de poder estar aqui. Mais um ano de muitas conquistas e muito aprendizado. A ECO Santo Antônio é uma das joias raras daqui do nosso município, um equipamento público que abriga projetos com a comunidade”, explica a secretária de Educação, Sueli Petronília.

A gestão do complexo é feita por meio de parceria entre a prefeitura municipal e entidades como o Instituto Crescer, que desenvolve a parte técnica do Programa Conecta Copersucar, a União Brasil Karate-Do Shitoryu Kai (UBKS) e Unidos do Santo Antônio, com o futebol. Durante a festa, o prefeito Edinho Araújo aproveitou a oportunidade para incentivar os alunos a investirem nos seus sonhos e buscarem melhorar cada vez mais nos estudos e também no esporte.

“Me lembro perfeitamente o dia em que inauguramos esse complexo, e de lá para cá, cada vez que venho aqui, me surpreendo com tamanha capacidade de acolher cada um que chega aqui. Por isso, aproveitem a oportunidade e se dediquem ao máximo para serem sempre os melhores”, encerra o prefeito Edinho Araújo.

Esbanjando simpatia e bom humor, o prefeito conversou e tirou fotos com os alunos do Vôlei Educacional, incentivando a prática saudável do esporte e a junção do esporte e comunidade.

Parabéns ECO por seus 11 anos, transformando a comunidade rio-pretense.

Como participar!

As inscrições podem ser realizadas no local (Rua Geraldo Barbosa de Oliveira, 2901 – Jardim Santo Antônio Rio Preto) de quarta e sexta- feira das 9h às 19h, com a equipe técnica do projeto ou através do link: https://goo.gl/forms/CWRTMLDoCkf8ebYh2

O Programa Conecta é idealizado pela Copersucar e os projetos esportivos e  Vôlei Educacional são realizados pela Lei de Incentivo ao Esporte, uma parceria entre a Copersucar, Instituto Crescer com apoio Aeluz, Prefeitura de Rio Preto e ECO Santo Antônio.

Mulheres no esporte: uma programação especial da Ação Saúde e Vida, em Santos e Rio Preto

Mulheres no esporte: uma programação especial da Ação Saúde e Vida, em Santos e Rio Preto

Autores: Adriana Emiliano e Gabriel Lage

Nos meses de junho e julho aconteceu uma programação toda especial em celebração a mulheres no esporte, aproveitando o tema da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Foram desenvolvidas atividades de sensibilização e valorização das mulheres no meio esportivo, nas cidades de Santos e São José do Rio Preto, pelos Projetos: Conecta Vôlei II e Vôlei Educacional, projetos da frente Ação Saúde e Vida do Programa Conecta Copersucar.

Foram abordadas as temáticas da linha do tempo sobre como tudo começou, curiosidades sobre as modalidades, as atletas e dificuldades de inserção no mundo esportivo feminino. Em Santos, no Conecta Vôlei II, em 13 de junho, os alunos assistiram uma partida de futebol entre Brasil e Austrália e após a derrota do Brasil realizaram uma roda de conversa analisando os fatores que puderam interferir no rendimento das nossas atletas. Algumas das observações levantadas pelo grupo são o incentivo a prática da modalidade, a visibilidade, salários inferiores ao da equipe masculina, tempo de preparo para competição, treinamento e etc.

O Vôlei Educacional também valorizou a participação das mulheres no esporte através de várias atividades reflexivas com os alunos. Na primeira atividade, realizada no dia 14 de junho, exibimos o documentário com a professora e pesquisadora Silvana Goellner, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sobre a história da participação das mulheres no esporte, relação com a mídia e como o fator gênero interfere na prática esportiva. Destacamos os vários momentos em que a participação da mulher no esporte chegou a ser ato subversivo e passível de ações penais. Houve também um debate com os alunos sobre a posição da mulher ao longo dos anos e sobre equidade no esporte, entre homens e mulheres. Na sequência, para absorção do conhecimento apresentado, foi realizado um quiz esportivo, onde os alunos foram divididos em duas equipes e após perguntas, eles realizavam uma estafeta com barreiras ou gestos do voleibol para que o aluno que chegasse primeiro pudesse, junto com sua equipe, responder à pergunta.

No dia 25 junho foi a vez do Conecta Vôlei II discutir sobre quem são as mulheres no esporte e quais nos inspiram. Para isso, realizamos uma viagem na linha do tempo na trajetória da participação das mulheres no esporte. Os alunos passavam por um circuito motor e depois tinham que colocar uma placa com a imagem da atleta sobre a sua respectiva modalidade, após o término do circuito foi apresentado cada atleta e sua trajetória no esporte e realizado mais uma rodada para as correções. Na roda de conversa foi abordado a importância das mulheres no esporte e os alunos pontuaram as atletas com as quais se identificam e as que já faziam parte do seu quadro de inspiração. Confira o vídeo com os depoimentos dos alunos: Marcos Vinicius, Raiane e Ana Carolina

Já no dia 28 foi realizado o jogo “Caos”, onde os alunos foram divididos em equipes para competir em um do jogo de tabuleiro. Para isso, os alunos tinham que acertar casas determinadas para que assim que acertassem a casa, fosse apresentado o histórico das mais diversas atletas do esporte mundial e de todos os tempos. Quando os alunos descobriam quem era a personagem em questão, eles procuravam por todos os espaços da ECO, a fotografia da atleta da qual havíamos contado sua história. A atividade mostrou que os alunos têm a capacidade de visualizar a atleta e seus feitos. Também trabalharam cooperativamente para encontrar as fotografias, pois todos estavam trabalhando em conjunto para alcançar o objetivo, no caso dessa atividade, encontrar a nossa esportista homenageada.

Encerramos a atividade com uma boa roda de conversa e com a conclusão dita pelas alunas Ananda e Lara, que “lugar de mulher é onde ela quiser estar, principalmente, no esporte. ”

Para celebrar a valorização das mulheres no Esporte foi realizado o Festival de Vôlei nas duas cidades e as equipes homenagearam as atletas dando os seus nomes às equipes . Vimos muitas Martas da Silva, Anas Moser, Carols Gataz, Cristianes Rozeiras, Rafaelas Silva, Daianes dos Santos, Maurrens Maggi, Maias Gabeira, Hortências, Serenas Williams, Simones Biles, Aída dos Santos, Yanes Marques e Marias Lenk. Essa ação tem como objetivo reforçar os valores como amizade, respeito, excelência, determinação, coragem, igualdade e inspiração, que estão constantemente presente no esportes. São 7 valores: 3 valores olímpicos e 4 paralímpicos.

Resultados

CONECTA VÔLEI II

Categoria Infantil

1°Equipe Daiane dos Santos

2º Equipe Maia Gabeira

3º Equipe Marta V. da Silva

4º Equipe Hortência Macaia

5º Equipe Cristiane Rozeira

CONECTA VÔLEI II

Categoria Mirim

1º Equipe Maria Lenk

2º Equipe Ana Moser

3º Equipe Rafaela Silva

4º Equipe Serena Williams

 VÔLEI EDUCACIONAL

1º Equipe Carol Gataz

2ºEquipe Simone Biles

3º Equipe Daiane dos Santos

4º Equipe Marta da Silva

5º Equipe Maria Lenk

6º Equipe Hortência

Santos

As oficinas de vôlei são gratuitas e voltadas a adolescentes santistas de 13 a 17 anos. Para participar basta comparecer no Centro Turístico, Cultural e Esportivo Morro São Bento ou se inscrever no link:  https://goo.gl/C7noC2

São José do Rio Preto

As inscrições podem ser realizadas no local (Rua Geraldo Barbosa de Oliveira, 2901 – Jardim Santo Antônio Rio Preto) de quarta e sexta- feira das 9h às 19h com a equipe técnica do projeto ou através do link: https://goo.gl/forms/CWRTMLDoCkf8ebYh2

 

 

 

 

1° Café de Ribeirão Preto bate recorde de público com mais de 600 participantes

1° Café de Ribeirão Preto bate recorde de público com mais de 600 participantes

Aconteceu no último dia 15 de junho o 1º Café Cultural com a participação dos alunos do Curso de Qualificação Profissional com formação em Empreendedorismo. Os participantes foram responsáveis pela organização do evento desde a logística até o fechamento das atividades e recepção.

A ação ocorreu na Escola Nair Nogueira (Nairzinha) e contou com um público estimado de 628 convidados, entre artistas, alunos da comunidade, pais e professores. Tivemos também outros convidados presentes como vereador André Trindade, coordenador da Câmara Municipal; Kelly Cristina, projeto Cata Sonhos; Adriana, gestora parceira da Remington; e Marlon Victor Barbosa, coordenador pedagógico.

O Café Cultural, realizado das 9h às 12h, com o tema – Festa Junina, contou com decoração temática, comidas típicas (pipoca, algodão doce, arroz doce, canjica, bolos, paçoquinhas, refrigerantes, sucos, cachorro- quente e muito mais) e apresentações de danças, teatros, oficinas culturais, cortes de cabelo, manicure com diversos profissionais voluntários.

E nosso sábado foi mais que especial, foi um dia ímpar, maravilhoso, um dia mais que esperado por nós que nos dedicamos de todo nosso coração para a nossa comunidade que nos recebe todos os dias em sua escola local de braços abertos. Poder levar um sorriso, um tempo, um pouco de nossa dedicação a cada criança, não há dinheiro que pague essa retribuição em forma de alegria. Felicidade e satisfação me resumem”, diz a aluna  Edna Pádua.

Equipe Gestora E.E. Profa. Nair Guilhermina Pinheiro Nogueira, comenta: 

“A equipe gestora da EE Nairzinha vem agradecer a cada um por todo esforço e dedicação que colocaram, não só no evento, como todos os dias com ajudas diversas, permitindo assim que o Programa Conecta seja um sucesso. Todos estão de parabéns pelo excelente trabalho realizado e pelo espirito de união e sacrifício que existe na equipe, regida pela batuta do super, mega profissional Valdir Leandro, que não mede esforços para atingir a perfeição. Deus os abençoe equipe Conecta, vocês foram anjos enviados por ELE para fazer parceria conosco. Só temos a agradecer”, reforça Sonia Cristina Del Campo (Vice-Diretora) e  Andreia Ferreira Tavares (Diretora). 

Confira as fotos 😉

 

 

Confira como foi a 3ª edição do  Café Cultural de São José do Rio Preto

Confira como foi a 3ª edição do Café Cultural de São José do Rio Preto

Autora: Cibele Brandão

As melhores reuniões são aquelas onde podemos encontrar parceiros, amigos e compartilhar ideias e planos futuros. Assim foi o nosso 3° Café Cultural , de uma maneira intensa, cheia de alegria e energia positiva. O evento no dia 9 de junho, na Eco do Santo Antônio, ficou marcado por um encontro de culturas e apresentações  e contou com um público de 207 pessoas.

Uma reunião de amigos sem esforços, disponíveis e prontos a doar seu talento para alegrar e tomar posse da comunidade carente de recursos de arte e acessibilidade a todas as culturas. Levar o som e a dança dá vida aos que menos tem, mas que trazem na sua essência talentos escondidos pela falta de oportunidade. Esse foi o caso  da Gabriela, uma garota com Síndrome de Down, de 18 anos, que pediu a vez e emocionou a todos como relata nosso apresentador Gabriel Lage :

“Destaco a participação da comunidade no evento,  pois houve  apresentações dos alunos do Vôlei Educacional, como participação espontânea, no qual destaco a apresentação da Gabriela, com 18 anos e que com Síndrome de Down, acompanhada de seus familiares fez questão de apresentar a coreografia da música da Anitta. Destaco ainda como foi emocionante a Dança Cigana da Cia. Eva, onde fomos agraciados com o cadeirante Fábio levantando todo o público, mostrando todo o poder inclusivo da arte sobre qualquer barreira”

Assim a reunião se deu com presenças incríveis como a Cia Afro Alma Negra, que como diz o líder Uelber Ty Osoguian: 

“No Café Cultural a dança Africanizada me fez pensar como é bom aproximar a comunidade, onde cada um pode mostrar o seu talento. Através do Conecta e seu projeto multicultural artístico, conseguimos destacar a nossa cultura, expressando outros povos, sejam elas indígenas, afros, ciganos, entre outros. Que nos trouxe o resgate da cultura afro, nossa base brasileira”.

Cia Procuru e sua arte forte deixando seu recado e o gostinho de até a próxima. Lucas Barbosa e suas crianças, o cristal do futuro. Sulamita e sua dança solo representando a vida. Cia Eva Barbosa com a magia cigana, o encontro com a dança do ventre que  trouxe sua Tenda e Maria Tereza nos encantou ao bailar. Força, delicadeza e muita beleza. O futuro vindo das estrelas e a magia dos animes e cosplay, com sua perfeição e colorido.  Se ficou dúvida, a Capoeira e seu gingado dissiparam todas, tirando do público infantil mais talentos no improviso para mostrarem sua arte.

“Para mim participar do Café Cultural é sempre renovador e emocionante. Ver os nossos jovens e crianças engajados com a arte, dança e educação. O que traz para eles um crescimento saudável. É sempre gratificante!”, diz Cleide Lima. 

Famílias e amigos juntos, como a Carla, filha de Lúcia e mãe da Valentina e do Benício relata, fechando nossa prosa:

“Eu e minha família fomos prestigiar o Café Cultural. Achamos muito interessante a forma como tudo foi conduzido. As apresentações foram de uma diversidade cultural muito interessante, rica em ritmos musicais, coreografias e várias faixas etárias. As crianças comeram pipoca e algodão doce. Pintaram os rostos, brincaram com balões e assistiram à todas as apresentações com muita alegria e atenção. Agradecemos ao Conecta, através da Cibele pelo convite e por nos presentear com um domingo diferente.Verdadeiramente um projeto a ser seguido por todos nós”.

Dil Santos, parceira desde o primeiro Café:

“Penso que participar do Café Cultural é sempre gratificante e enriquecedor, vejo como uma possibilidade de aproximar comunidades e apresentar muitas coisas que nós não enxergamos ou valorizamos. Essa terceira edição do Café Cultural foi como um presente para nós do Cia Procuru e Balé Afro Alma Negra. Prestigiamos vários talentos e conseguimos ver nítido a mensagem de respeito de um para com o outro. Essa troca é fantástica e constrói uma sociedade mais tolerante, participativa e integrada em todos os sentidos. Parabéns aos organizadores, nos sentimos honrados pelo convite.”

Por fim, esse Café, foi uma inspiradora e grande ciranda cultural, uma reunião de mãos dadas por um futuro mais integrativo e agregador, sem barreiras ou distinções. E como diz nossa música de encerramento nessa grande ciranda que reuniu artistas e público numa só celebração: “Só o amor, muda o que já se fez. E a força da paz junta todos outra vez. Venha, já é hora de acender a chama da vida.  E fazer a Terra inteira feliz!(Roupa Nova-Paz)

6ª edição do Café Cultural do Conecta Santos reforça diversidade artística local

6ª edição do Café Cultural do Conecta Santos reforça diversidade artística local

Autora: Jaqueline Rodrigues

O Café Cultural, realizado no dia 02 de junho, teve como tema “Festa Junina”. O evento que contou com um público de 269 pessoas foi construído e realizado pelos alunos da 6° turma do Conecta Santos. O objetivo foi trazer cultura e entretenimento para a população, sendo um evento para todos os públicos.

Esse trabalho, que foi desenvolvido no Centro Cultural e Esportivo do Morro São Bento, contou com grandes e talentosas apresentações artísticas, sendo elas: Ballet, cantores de diversos estilos, karatê, robô de LED, dança da terceira idade, entre muitas outras. Os alunos também prepararam comidas típicas e decoração caipira para entrar ainda mais no tema do evento.

“É emocionante ver o envolvimento da comunidade em participar de um evento que foi criado com muito carinho pelos alunos do projeto. Acessibilizar a cultura é um processo importante e todos nós temos o compromisso de fazer um dia extremamente especial para essas pessoas, unindo o processo pedagógico de se fazer um evento ao incentivo ao voluntariado”, disse Diego Andrade, coordenador local do projeto Conecta.

Além de trazer diversão, o Café Cultura busca enraizar valores e aprendizado para todos os participantes. Parabéns aos alunos, professores, coordenadores e todas as pessoas que fizeram acontecer mais essa edição.

Integração entre as turmas de Qualificação e Oficina de Vôlei acontecem no Conecta Santos

Integração entre as turmas de Qualificação e Oficina de Vôlei acontecem no Conecta Santos

Autora: Bianca Mondin

A 6ª turma de Qualificação Profissional em empreendedorismo do Programa Conecta Copersucar Santos participou de uma atividade integrada com a turma das Oficinas do Conecta Vôlei II,  na quadra do Centro Cultural e Esportivo do Morro São Bento, em que tiveram a oportunidade de se divertir e de levar muito aprendizado tanto para o  âmbito pessoal quanto para o empresarial.

Para a dinâmica foi realizado o jogo da velha, em formato de gincana. Esse jogo, que é conhecido por todos e até então era considerado “fácil”, a partir do momento em que acrescentaram obstáculos, se tornou algo estratégico e dinâmico. Um verdadeiro trabalho em equipe.

Aprendemos que sempre devemos observar ao nosso redor e criar meios para poder concluir a atividade que foi imposta. Depois de muitas risadas e aprendizados, ficamos com a certeza de que nada é um simples jogo e que para tudo há um aprendizado, só depende do seu ponto de vista e do quanto está disposto a aceitar, mudar e observar sua vida e a equipe com a qual trabalha.

Ações voluntárias movimentam os municípios com atuação do Conecta

Ações voluntárias movimentam os municípios com atuação do Conecta

                                                                                                                                                                       Autores: Alunos do Programa

Conecta Copersucar Ribeirão Preto:

Os alunos iniciaram os trabalhos sociais e voluntários em diversas ONGs e em diferentes locais. Conduzidos pelo coordenador local Valdir Leandro, os alunos puderam vivenciar essa experiência e obtiveram excelentes resultados. Ações como essas tem o objetivo de proporcionar ao aluno empreendedor a possibilidade de ampliação de seu espírito de colaboração e trabalho em equipe, levando a questionar seu lado cooperador diante de situações diversas.

Nossos alunos visitaram as seguintes instituições:

  • Ong – Resolvi Mudar – 230 refeições preparadas todas as quartas-feiras para servir  200 famílias e moradores de rua, no horário do jantar, na cidade de Ribeirão Preto. Nesta mesma ONG, realizamos a preparação de 500 refeições, no primeiro domingo de cada mês, para atender 400 famílias e moradores de rua, no horário do almoço.
  • Ong – Amigos do bem – Arrecadamos 210 kg de alimentos não perecíveis para montagem de 100 cestas básicas (meta mensal da ONG) para atender 100 famílias de Ribeirão Preto dentro das periferias cadastradas.
  • Instituto Gente do Bem (ONG coordenada pela aluna Manuela Paiva) – Realização da festa de Páscoa para 100 crianças com arrecadação de mais de 200 caixas de bombons e 25 barras de 1kg de chocolate (através de parceiros comerciais, amigos e familiares) para preparação dos ovos de Páscoa e sacolinhas para as crianças cadastradas no Instituto e seus familiares (irmãos e amigos não cadastrados).

Com essas ações e oportunidades, desejamos que os alunos do Programa Conecta Copersucar mostrem seu lado solidário e que isso possa refletir em seus projetos pessoais e profissionais.

“Quero falar sobre uma coisa que estou adorando fazer: participar como voluntária da ONG, todas as quartas e domingos. Apenas duas vezes por semana, mas duas vezes de ações lindas com o próximo. Quero agradecer ao Conecta por ter me dado a oportunidade de conhecer a ONG, pois estou extremamente feliz por poder ajudar. Não satisfeita em ajudar sozinha, chamei minha mãe pra ir comigo. Ela adorou o primeiro dia que foi e já falou que vamos aos domingos também. E assim fomos  acompanhando as dificuldades das pessoas na rua e o que elas passam. Depois dessa experiência que tivemos, nossa casa já não é mais a mesma. Pensamos que por não morarmos na rua ou porque temos uma casa que somos diferentes deles, mas o que vale é o que temos por dentro, o amor que temos pelo próximo. Participar de ações como o apoio à ONG, nos deu esperança de que ainda existem pessoas solidárias e que também podemos fazer parte deste grupo. Então, venho falar por mim e pela minha mãe, que agradecemos à ONG, ao Valdir e ao Conecta pela oportunidade de nos mostrarem um outro lado da vida. Que não devemos só ver e não fazer nada e que tem sim um jeito de ajudar a todos. Desde já agradeço”, diz a aluna do curso de Qualificação Profissional, Andreza Karina.

Conecta Copersucar São José do Rio Preto:

*Páscoa Mágica*

A turma do Rio Preto teve uma experiência e tanto em um dia que foi de diversão e aprendizado para nós e muitas crianças do AELUZ. Tivemos a oportunidade de compartilhar sessões de histórias fantásticas sobre a Páscoa, complementadas com orações e um delicioso lanche. A festa contou com muitas brincadeiras e até pintura de máscaras nos pequenos. Mas o principal estava guardado para o final: os chocolates que adoçariam a tarde desses pequenos e resultariam em vários olhinhos brilhantes.

“Uma imensa fila se formou. E cada criança que recebia sua caixa deixava a felicidade estampada em seu rostinho. Elas recebiam o chocolate de Páscoa indo ao nosso encontro com um imenso, carinhoso e emocionado abraço.  Foi muito gratificante participar e poder mostrar para as crianças que existe a possibilidade de um futuro muito bom, enquanto entendíamos um pouco melhor aquele grande ensinamento:  “É dando que se recebe.”, diz o aluno do curso de Qualificação Profissional, Jonnas Pereira.

Conecta Copersucar Santos:

*Ação social do Dia das Mães* – Andreia Antônio

No mês de maio, o projeto social Irmão Menor promoveu uma ação com apoio de alunos voluntários do Conecta Santos em homenagem ao Dia das Mães, prestigiando os familiares participantes do projeto. Nesse dia, com a presença de aproximadamente 60 pessoas, a programação contou com dinâmicas, apresentação de ballet e um delicioso coffee break.  As mães se sentiram ainda mais especiais com todas as homenagens feitas e aproveitaram o espaço decorado para tirar fotos e registrar esse momento de carinho entre pais e filhos.

Confira fotos desses momentos 😉